Vereadores concordam com ações positivas no Condomínio MCMV de Itaipuaçu

Durante a sessão ordinária ocorrida desta quarta-feira (12), os vereadores falaram sobre a ocupação do Condomínio do Minha Casa, Minha Vida de Itaipuaçu por parte da Prefeitura Municipal de Maricá, que levará diversas políticas públicas para o interior do residencial. O objetivo é reduzir os índices de criminalidade na área com incentivos à educação, cultura, esporte, lazer, entre outros. 

Nos próximos dias, o condomínio será ocupado pela Secretaria de Ordem Pública e por diversas secretarias que promoverão políticas públicas visando inibir o avanço da violência no local.

Ordem do Dia – Foi votado, em segundo turno, o Projeto de Lei nº 72/2021, de autoria do Poder Executivo, que altera a Lei 2925, de 22 de abril de 2020, que autoriza e disciplina a criação de linhas de créditos emergenciais para enfrentar os efeitos econômicos do isolamento social essencial ao combate da pandemia de coronavírus.

Também foi votado Projeto de Lei nº 24/2021 – de autoria do Poder Executivo Municipal, que institui o Conselho Municipal dos Direitos Humanos LGBT – de lésbicas, gays, bissexuais, travestis, transexuais e intersexuais no município.

Também foram votadas moções do vereador Danilo Santos a Saulo da Costa Junqueira, Erica Almeida Castro, Eliana de Souza Lima, José Carlos dos Santos, Rosemery dos Santos Machado, Carlos Eduardo dos Santos e Jonathas Honório de Amorim, ambos da Guarda Municipal.

Também foi votada moção de autoria do Vereador Dr. Richard, ao Presidente da UJS – Maricá, Lucas Soares da Silva Lima. 

Deixe uma resposta