Na mira do ouro olímpico

Atletas maricaenses vão disputar Olimpíadas e Paralimpíadas em Tóquio

Celeiro de atletas, Maricá contará com dois representantes na 32ª edição dos Jogos Olímpicos e uma representante na 16ª edição dos Jogos Paralímpicos de Verão. Ambos serão realizados em Tóquio, no Japão e acontecem esse ano devido a pandemia que assolou o mundo, impossibilitando sua realização em 2020.

Nos Jogos Olímpicos, Maricá será mais uma vez representada pela nossa dupla campeã de tiro com arco, Marcus D’Almeida e Anne Marcelle.

Marcus D’Almeida, morador de Itapeba, conheceu a modalidade em uma reunião de pais na escola em que estudava em 2010, quando o projeto de Tiro com Arco foi oferecido aos alunos do município. Iniciou a prática, tomou gosto e fez dela sua profissão. Após 3 anos no esporte, passou a fazer parte da Seleção Brasileira e desde então acumulou títulos importantes, tendo a alegria de disputar os Jogos Olímpicos do Rio em 2016. Hoje, mais maduro, repetirá esse feito, defendendo nossa cidade e o Brasil na edição de Tóquio. “A minha expectativa para as Olimpíadas é conseguir repetir o que venho fazendo no treino, são médias boas e que me dariam bons resultados nos Jogos, então quero colher os frutos lá. É nisso que estou focado para trazer a medalha para o Brasil e para todos nós”, diz o atleta.

Vindo de projeto social da Prefeitura de Maricá, Anne Marcelle, moradora de Bambuí, também disputará sua segunda Olimpíada, tendo defendido nosso país nos Jogos Olímpicos Rio 2016. O que começou como um hobby, se tornou profissão e motivo de muito orgulho e felicidade. “Estou muito feliz de ter conseguido essa vaga olímpica para Maricá porque tudo começou aqui e tenho muita gratidão. Sou essa atleta hoje graças a esse projeto e a essa cidade. O tiro com arco é um esporte de elite, muito caro e seria impossível eu ter condições de bancar se não fosse pelo projeto. Tenho muito a agradecer a Maricá por ter me dado essa oportunidade”.

Diana Barcelos, moradora de Itaipuaçu, sofreu um acidente em 2014 que acabou resultando na amputação de parte da sua perna direita e por isso começou a fazer reabilitação tendo seu primeiro contato com o esporte paralímpico. Iniciou na vela adaptada e quase esteve nos Jogos Paralímpicos Rio 2016, porém migrou para o remo onde sagrou-se Bi Campeã Mundial, em 2017 e 2018 e conquistou a sonhada vaga para a edição de Tóquio dos Jogos. Hoje Diana é atleta do CR Flamengo.

Os Jogos Olímpicos são os eventos esportivos mais importantes do mundo e participar desse evento é objeto de sonho e muito esforço diário de todos os atletas. “Estou muito confiante de chegar em Tóquio e poder fazer bonito como fiz em 2016, ficando entre as 8 melhores do mundo. Pretendo bater essa marca e realizar o feito histórico de conquistar a primeira medalha olímpica para o Brasil no tiro com arco. Esse ano teremos a equipe mista pela primeira vez nas Olimpíadas e eu e o Marcus estamos muito confiantes de chegar lá e conquistar essa medalha olímpica inédita. Estou treinando muito e contando com a torcida e vibração de Maricá”, finaliza Anne Marcelle.

Com certeza Maricá já tem um orgulho imenso de contar com três representantes da nossa cidade e por aqui a torcida está garantida!  

Acompanhe os atletas pelas nas redes sociais: 

@disparadalmeida

@annemarcelle

@dianabarcelos88

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s