De malas prontas

Aluna da rede pública, Desirée Policarpo, ganha bolsa para estudar em universidade na Europa


A propaganda de oportunidades de bolsas de estudos e abertura do mercado de trabalho por conta de um diploma estrangeiro são elementos atrativos e propulsores para a decisão de sair do país para estudar.
Muitos estudantes sonham em poder estudar fora do país, porém os altos custos e a dificuldade financeira muitas das vezes atrapalham esse sonho. A estudante de arquitetura e urbanismo Desireé Policarpo, de 24 anos, moradora do Flamengo, está perto de realizar o sonho de se especializar na Europa. Ela ganhou uma bolsa de estudos para cursar o mestrado integrado na Escola Superior de Artes do Porto (ESAP), mas para concretizar esse sonho será necessário fazer uma vaquinha virtual. A ideia para a vaquinha surgiu de sua mãe e de amigos. Com o dinheiro arrecadado, a jovem pretende bancar os custos de dormitório, alimentação e transporte pelo menos no primeiro mês. 
“Eu sempre amei arquitetura, desde muito jovem. Admito que quase troquei para História da Arte, mas minha professora me lembrou que arquitetura é uma arte e logo voltei para o que sempre amei”, contou.
Essa é a primeira vez que Desireé vai sair do Brasil e a expectativa é grande para poder realizar esse sonho. “Estou aguardando o visto de estudante e o calendário de aulas iniciar oficialmente para fazer a viagem para Porto. Ando pesquisando bastante, sei que o choque cultural vai ser grande, mas estou vendo formas de me adaptar mais fácil”, diz.
Desireé vai cursar o mestrado integrado. Os mestrados integrados são mais comuns no caso de cursos mais longos como medicina, odontologia,  arquitetura e engenharia.  O curso de mestrado integrado em Portugal geralmente tem a duração de seis anos.”Muitas universidades oferecem cursos de Mestrado Integrado em Portugal. A vantagem é que você termina os seis anos de curso com o diploma de mestre e também não precisa ter um projeto de dissertação para entrar no mestrado”, relatou a estudante. 

Muita preparação e dedicação


Desireé teve toda a vida escolar na educação pública, tendo cursado o Ensino Fundamental no C.E.M. Joana Benedicta Rangel, no Centro. O Ensino Médio cursou no Colégio Estadual Domício da Gama e foi aluna do Pré-Enem oferecido pela Secretaria de Educação em parceria com a Secretaria de Governo,  que por conta da pandemia do Coronavírus, foi oferecido de modo remoto aos estudantes.   
De acordo com Desirèe, ao longo de todo o período de estudos todos a ajudaram muito no que teve dificuldade, principalmente em Matemática, e conseguiu  se superar.
“Os professores estavam o tempo todo do nosso lado para esclarecer o que quer que fosse, até na hora de me candidatar para este curso em Portugal. Por causa da pandemia, tive de estudar remotamente e mesmo assim toda a equipe estava o tempo todo à disposição, realmente se importavam com a gente”, exaltou Desirée, que conheceu o curso na Europa através do Salão do Estudante, indicado pelos professores.
Nem mesmo o distanciamento fez com que as aulas ficassem prejudicas. “Os professores sempre respondiam às dúvidas, sempre falavam de forma clara nas vídeo chamadas e mandavam um material excelente para estudar”, disse.

Pré-Enem


O Pré-Enem Popular Iara Iavemberg , programa da Prefeitura oferecido gratuitamente aos moradores de Maricá, através das secretarias de Relações Institucionais, Educação, Cultura e Economia Solidária foi criado em 2016. As aulas acontecem em três polos localizados em Inoã, Itaipuaçu e no Centro. São oferecidas aulas das diversas disciplinas para os alunos que desejam realizar a prova do Enem.
Para o coordenador do Pré-Enem, William Campos, o sucesso de Desirée Policarpo vai ajudar muita gente a saber que pode estudar no exterior através da nota do exame nacional. Ele lembrou, porém, que ela não foi a primeira aluna oriunda do preparatório a obter uma vaga naquele país. “Em 2018 tivemos a Stefany Araújo, que conseguiu também uma bolsa de 50% no curso de Gestão Marinha e Costeira, na prestigiada e tradicional Universidade de Algarves. Desirée é mais um exemplo que vai mostrar que isso é possível a todos. Eu comparo esse feito como equivalente a obter o primeiro lugar em uma universidade pública aqui no Brasil. Para nós, é uma imensa felicidade!”, comemorou o professor William ao ressaltar que, mesmo durante a pandemia, o Pré-Enem aprovou mais de 40 estudantes para essas instituições.

Por José Jorge Júnior.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s