Maricá reduziu principais indicadores de criminalidade em 2021

Levantamento do ISP mostra resultado positivo das ações integradas da Secretaria de Ordem Pública, Guarda Municipal e Polícia Militar na cidade

Maricá teve redução nos principais indicadores de criminalidade em 2021, de acordo com levantamento feito pelo Instituto de Segurança Pública (ISP). Os dados mostram que as taxas referentes à letalidade violenta, roubo de rua, roubo de veículos e roubo de carga caíram em relação ao ano de 2020.

O secretário de Ordem Pública de Maricá, Rhonaltt Bueno, disse que o policiamento passou a cobrir com mais efetividade a mancha criminal, com planejamento prévio.

“Trabalhamos arduamente ao longo do ano e especificamente no segundo semestre, a partir da mudança de comando da 6ª Companhia da PM em Maricá. Houve um ajuste, e a integração tornou-se prioridade para os comandos da 6ª Cia da PM, do 12º Batalhão, e a própria Seop”, afirmou Bueno.

Queda nos índices de violência

Segundo o ISP, a avaliação por trimestre (meses de outubro, novembro e dezembro de 2021) apresentou queda de 18 casos de letalidade violenta (de 49 para 31), 68 nos casos de roubos de veículos (de 143 para 75), 166 registros de roubos de rua (de 503 para 337) e menos cinco registros de roubos de cargas (de 28 para 23).

Na avaliação por semestre (de julho a dezembro de 2021), o número de vítimas de letalidade violenta caiu de 78 para 67 (menos 11 registros); o número de registros de roubos de rua caiu de 951 para 809 (menos 142 registros); a quantidade de roubos de veículos reduziu de 270 para 196 (menos 74 veículos) e o número de roubos de cargas de 62 agora soma 50 (menos 12 registros).

Previsão de redução em 2022

O secretário de Ordem Pública prevê que os números permaneçam em queda na cidade com a aquisição de novas viaturas que irão ampliar ações integradas da Seop, GM e policiais do Proeis – Programa Estadual de Implantação de Serviços.

“Com a renovação da frota de veículos do Proeis e da Guarda Municipal este ano, esperamos que esses indicadores continuem em queda. Isso não é sorte, é uma ciência em que as forças se colocam no teatro de operações de forma técnica, buscando a redução dos indicadores. Soma-se a isso, a potencialização do nosso centro de operações de segurança”, disse.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s