Guardas Municipais são capacitados para coibir pesca irregular

Curso é essencial para que os profissionais saibam como proceder nessas ações

A Prefeitura de Maricá, por meio da Secretaria de Ordem Pública e Gestão de Gabinete Institucional (Seop), reuniu 20 guardas municipais da cidade para a capacitação Legislação e Tecnologia de Pesca, nesta quinta-feira (17/03), na sede do Gabinete de Gestão Integrada Municipal (GGIM). Com nove horas de duração, o curso foi aplicado pela Fundação Instituto de Pesca do Estado do Rio de Janeiro (Fiperj), com intuito de orientar como os guardas devem agir em casos de pessoas pescando em locais irregulares, como acontece na Lagoa de Araçatiba; e apreensão de camarão, na Baía de Guanabara (no caso dos participantes de Niterói). Todos receberão certificado pela conclusão do curso.

“Desde o início das palestras e cursos que estão sendo otimizados pelo nosso Centro de Ensino e Pesquisa da Guarda Municipal, a gente vem buscando a qualificação e o aprimoramento profissional dos nossos guardas, adequando a legislação vigente à realidade do nosso município, com esse tema tão importante e relevante para nós: a pesca no nosso município. Então, nossos guardas estão buscando conhecimento e a Secretaria de Ordem Pública está bem sensibilizada em firmar parcerias no campo da ciência para alavancar ainda mais o serviço de excelência que vem sendo prestado para a população”, explica o secretário da pasta, Rhonaltt Bueno.

Intercâmbio: profissionais de outras instituições também participaram

Além de integrantes do Grupamento Especial de Defesa Ambiental (GEDAM) e da Guarda Municipal de Maricá, o encontro também contou com a presença de membros da Coordenadoria de Meio Ambiente (CMA), da coordenadora de Pesca Artesanal, Stefani Castro, da Secretaria de Agricultura, Pecuária e Pesca e de oito guardas municipais de Niterói.

O instituto

A Fundação Instituto de Pesca do Estado do Rio de Janeiro (Fiperj) é um órgão vinculado à Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária, Pesca e Abastecimento (Seappa), responsável por gerar e compartilhar informações e tecnologias, articulando e consolidando políticas públicas em benefício da sociedade, além de promover o desenvolvimento sustentável da agricultura e da pesca fluminense. O instituto fica localizado na Praça Fonseca Ramos s/nº –Terminal Rodoviário Roberto Silveira, sobreloja, no Centro de Niterói. Os horários de atendimento são de segunda à sexta, das 10h às 17h. Telefone: 2705-0741.

Fotos: Marcos Fabrício

Deixe uma resposta