Prefeitura de Maricá cria Plano Municipal de Contingência para emergências

Defesa Civil mapeou 145 pontos de risco geológico, oito locais de erosão costeira e 51 áreas suscetíveis a inundações na cidade

A Prefeitura de Maricá criou o Plano de Contingência de Proteção e Defesa Civil de 2022 para trabalho das equipes em deslizamentos de grande impacto e inundações bruscas provocadas pelas chuvas. A Defesa Civil municipal mapeou 145 pontos de risco geológico (deslizamento de terra e rolamento de rochas), oito locais de erosão costeira e 51 áreas suscetíveis a inundações, onde residem milhares de pessoas. Com protocolos definidos, nos casos de necessidade, o plano dará agilidade nas ações integradas entre órgãos do município.

As áreas classificadas com risco geológico muito alto ficam no Centro, Bairro da Amizade, Inoã, São José do Imbassaí, Bambuí, Araçatiba, Recanto e Cajueiros (Itaipuaçu), Ponta Negra, Jacaroá, Espraiado, Caju, Vale da Figueira e Boqueirão. Já os principais pontos de erosão costeira ficam em Barra de Maricá, Cordeirinho e Ponta Negra.

O secretário de Proteção e Defesa Civil, Fabrício Bittencourt, destacou os investimentos da prefeitura em equipamentos que auxiliam no monitoramento, como o mapeamento das áreas de risco, instalação de pluviômetros, sistema de alerta e alarme de sirenes em 14 pontos da cidade e envio de mensagens por celular.

“O Plano de Contingência estabelece os procedimentos a serem adotados pelos órgãos envolvidos na gestão do risco para minimizar os danos à população causados por temporais e/ou vendavais. Todas essas ações mostram a preocupação do poder público em manter a resiliência dos maricaenses”, afirmou o secretário.

Alerta na palma da mão

Para alertar a população, a Secretaria de Proteção e Defesa Civil envia mensagens de texto (SMS) para os números de celulares cadastrados pelo 40199, avisando sobre mudanças climáticas e possibilidades de chuvas. Quem quiser receber as notificações pelo celular, basta enviar uma mensagem de texto com o CEP de sua residência para o número 40199.

O órgão municipal ainda emite informes meteorológicos diariamente, com os estágios climáticos, que são publicados no Portal da Prefeitura – www.marica.rj.gov.br. A Defesa Civil municipal utiliza quatro estágios operacionais para alertar a intensidade das chuvas na cidade: vigilância, atenção, alerta e alerta máximo.

O que diz o Plano de Contingência

O plano estabelece as responsabilidades de cada órgão envolvido em períodos de desastres naturais. A Defesa Civil organiza os pontos de comando, áreas de evacuação, rotas de fuga, pontos de apoio e abrigos (como escolas da rede municipal de ensino). Já o cadastramento das pessoas cabe à Assistência Social, que também ficará responsável pela organização e distribuição de donativos.

A autarquia Serviço de Obras de Maricá (Somar) e a Secretaria de Urbanismo ficam a cargo do planejamento e execução das obras de recuperação das áreas atingidas pelos desastres. Já a pasta de Iluminação Pública e a Somar realizarão, junto às concessionárias, o restabelecimento dos serviços de água e energia elétrica.

Veja o Plano de Contingência na íntegra clicando no link – https://www.marica.rj.gov.br/wp-content/uploads/2022/03/00-JOM_1275.-14-fev-22-Plancon-Publicado.pdf

Deixe uma resposta