Maricá tem o menor número de pacientes internados com Covid-19 desde o início da pandemia

Taxa de ocupação nos hospitais Dr. Ernesto Che Guevara e Conde Modesto Leal foi de 17,1%, entre os dias 13 e 19 de outubro

Maricá registrou, no período de 13 a 19 de outubro, a menor taxa de ocupação hospitalar com casos de Covid-19, desde o início da pandemia. A média de internações nesses leitos exclusivos foi de 17,1% na cidade, sendo 12,2% de pacientes de outros municípios.

O Hospital Municipal Dr. Ernesto Che Guevara, referência para atendimentos de casos graves da doença em Maricá, atingiu na terça-feira (19/10) o menor número de ocupação — dos 80 leitos disponíveis, 20 estavam ocupados, o que significa 25% da sua capacidade.

“No auge da pandemia, entre março e abril de 2021, o Che chegou a contar com 116 leitos e, em alguns momentos, atingiu a sua capacidade máxima. Hoje os números são bem mais baixos e cerca de 50% dos internados daqui são pessoas de fora de Maricá”, disse o diretor geral Marcos Victoriano.

No Hospital Conde Modesto Leal, com 10 leitos para Covid-19, a situação também é melhor. Não há registro de internação desde o dia 15 de outubro. Os números são ainda mais animadores na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Inoã, com apenas uma internação neste mês.

Outro dado que aponta a melhora do cenário da pandemia na cidade é a redução na procura por atendimento de pessoas com sintomas nos polos exclusivos de Centro, Inoã e Itaipuaçu, de acordo com o subsecretário da Rede de Urgência e Emergência, Glauco Pontes.

“No comparativo de agosto e setembro, registramos uma queda de 31% de atendimentos nos três polos. Na tenda do centro, esse número foi ainda maior, superior a 40%. Isso mostra que a pandemia vai entrando em declínio”, afirmou.

A secretária municipal de Saúde, Solange Oliveira, comemora os números e atribui a situação atual ao avanço da vacinação.

“Podemos ver que a vacinação está surtindo efeito. Estamos com mais de 64% da população acima de 12 anos com a vacinação completa e notamos uma queda expressiva, dia após dia, na taxa de ocupação de leitos e dos pacientes sintomáticos que buscam por atendimento”, destacou a secretária, lembrando que ainda não é a hora de relaxar.

“Maricá está no caminho certo, mas ainda não vencemos a pandemia. Estamos reduzindo a circulação do vírus e retomando gradualmente as atividades com segurança, mas queremos garantir cobertura de 100% em todas as faixas etárias vacináveis e vamos chegar lá. Continue se cuidando e caso não tenha se vacinado, procure um de nossos polos”, disse.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s